Informativo – Úlcera do estômago ou úlcera gástrica.

15.06.2018 | em saúde

A úlcera gástrica de estômago requer tratamento e uma mudanças nos hábitos alimentares. Descubra quais alimentos são os mais recomendados neste caso para evitar dores e complicações.

A úlcera do estômago ou úlcera gástrica, é uma ferida profunda que ocorre em uma área do revestimento do estômago. Ela pode ser causada pela existência de inflamação que afeta a proteção da mucosa gástrica contra a ação de ácidos do estômago. Essa inflamação é causada por uma infecção, que é causada principalmente pela bactéria Helicobacter pylori.

Mas essa não é a única causa. O consumo de drogas ou fármacos, tais como é o caso dos anti-inflamatórios não esteroides ou aspirina, especialmente por um longo período de tempo, também provoca o aparecimento de úlceras gástricas. Outras causas adicionais estão relacionadas como uma elevada produção de ácidos do estômago, estresse ou movimentos alterados do estômago.

Embora, em alguns casos, uma úlcera de estômago pode eventualmente causar problemas mais graves ou significativos, tais como hemorragia ou estenose (obstrução) ou perfuração, na maioria dos casos essa condição pode ser controlada sem causar complicações.

No entanto, é essencial evitar, pelo menos durante algum tempo, os medicamentos que influenciam o aparecimento da úlcera, e seguir o tratamento médico previsto pelo especialista.

O diagnóstico da úlcera gástrica pode levar muitas pessoas a questionarem sobre o que podem comer a partir de então, quais os alimentos devem ser evitados, e acima de tudo, que alimentos e/ou bebidas são mais apropriados.

Alimentos recomendados neste caso:

Vegetais e frutas – podem ser comidos quase todos, especialmente quando são cozidos, sendo aconselhável não comê-los quentes. Além disso, é interessante optar por purés de vegetais, especialmente no início. Alguns vegetais devem ser evitados como repolho, couve, cebola, pimenta (provocam flatulência). Já as frutas talvez a melhor opção é consumi-las assadas ou cozidas, mas você pode optar por frutas cruas que não sejam muito duras, como maçã ou pera sem cascas. As frutas cítricas não são aconselháveis.

Cereais – os cereais também são adequados, mas desta vez vai depender da tolerância de cada pessoa, o que significa que é melhor testar qual cereal você pode consumir, e estar ciente que uma indigestão pode acontecer a seguir. No entanto, como acontece com outros alimentos, é melhor cozinhar os cereais e acompanhá-los com vegetais, evitando carnes gordas ou embutidos.

Peixe, carnes e ovos – alimentos de origem animal,  como carne ou peixe, é melhor optar por carnes magras como frango, peru ou peixe branco (como a pescada, bacalhau ou linguado), pois contém uma pequena quantidade de gordura. No caso dos ovos é melhor comer ovos cozidos ou omelete. Em relação à maneira de cozinhar é melhor cozinhar carne e peixe cozidos ou grelhados, evitando fritos. Além disso, é importante eliminar a maior parte de gordura possível, e evitar que a porção fibrosa da carne.

Bebidas – com relação aos líquidos ingeridos, o leite desnatado está liberado (o integral não), os chás também podem ser consumidos (desde que não tão quentes), porém devem ser livres de cafeína (evite o chá mate, chá preto, chá verde). Líquidos gasosos também devem ser evitados.

Obs. Os queijos brancos também podem ser utilizados (evitando os queijos amarelos).

Portanto, achei útil estas informações e resolvi compartilhar com todos vocês. Dicas são sempre bem vindas!!!!

Fonte: www.dicassobresaude.com/como-se-alimentar-em-caso-de-ulcera-no-estomago

 

 

Deixe seu comentário!