Decoração – Aprenda a fazer paredes pintadas pela metade.

15.09.2016 | em decoração

 

paredinhaparedeparede0parede1parede2parede3parede4parede5

 

 

 

A moda de pintar paredes pela metade ou misturar duas cores, separadas por uma linha horizontal, vem ganhando “novos ares” há relativamente pouco tempo, tanto no Brasil como no exterior. O fato é que esse tipo de pintura já foi muito utilizado em outros períodos da história (anos atrás), em forma de barrados largos, tanto no teto quanto nos rodapés, e painéis de madeira – a clássica “boiserie”, que está de volta.

Por aqui, os vestígios desse estilo aparecem em casarões e fazendas coloniais. Mas em tempos de “street art”, a pintura decorativa ganha novos ângulos, formas geométricas e até mesmo o teto entra na onda. “Observamos a volta de uma preocupação ‘ornamental’ na decoração e, com isso, uma redescoberta do poder das cores na criação destas atmosferas cheias de estilo e personalidade. Daí, a cor se torna objeto de decoração”.

Outra opção também por fazer a divisão na paredes são os papéis de parede que podem fazer este detalhe.

Para a profissional, a escolha das combinações de cores vai definir o estilo e sensação do ambiente, que pautará ou será pautado pelas cores dos móveis e objetos que irão compor o espaço. Ela ensina que a composição pode ser feita por duas cores claras, para um ambiente mais tranquilo.

Para a opção de um mix de tons claros com vibrantes, deve-se levar em conta as cores dos móveis com as cores da metade de baixo da parede, pode-se optar também por neutralizar a parte de baixo em função dos móveis e usar uma cor de destaque na parte de cima.

Existem várias possibilidades para esse tipo de decoração. A meia parede com ou sem barrado é uma opção. O truque é observar a altura dos móveis e incluí-los de preferência dentro desta metade inferior, evitando conflito de linhas no campo visual. No caso de quartos, o modelo “cabeceira” tem sido um dos mais utilizados pelo o que podemos observar em nossas pesquisas, tanto delimitando a área da cama e criados-mudos, como abrangendo o resto da parede. Já para cantinhos com poucos móveis ou hall de entrada, estas alturas podem ser mais livres.

A profissional aconselha que os produtos escolhidos sejam à base de água, pois são fáceis de manusear, de limpar e não deixam cheiro. Basta se atentar a algumas dicas de boa qualidade.

Siga as dicas:

Faça o teste das cores para avaliar o tom escolhido na luz real do ambiente e também para tirar aquela dúvida sobre a tonalidade que mais agrada;

Antes de iniciar a pintura, coloque roupas confortáveis. Opte por camisas de mangas compridas e não se esqueça dos óculos para proteger os olhos;

Forre o chão com jornal, lona ou papel específico para proteger dos respingos;

Cubra os móveis com plástico e as maçanetas com papel alumínio;
Defina a área a ser pintada e coloque fita crepe ao redor das portas e batentes;

Dilua a tinta conforme indicado na embalagem, coloque-a no recipiente e molhe o rolo, retirando o excesso do produto;

Faça um “W” na parede e preencha as letras espalhando a tinta;

Depois desse processo, deixe a tinta secar por pelo menos 4 horas. Se o dia estiver úmido ou chuvoso, o ideal é deixar o produto secar por 8 horas;

Aplique mais uma demão e respeite o mesmo tempo de secagem;

Caso tenha sobrado tinta, guarde-a conforme indicado na embalagem.

Portanto, com estas dicas, você mesmo se quiser pode pintar o seu ambiente. Não deixa de ser uma terapia e também um estilo próprio, personalíssimo.

Fonte: http://revista.zapimoveis.com.br/aprenda-fazer-paredes-pintadas-pela-metade/; http://bemarranjado.blogspot.com.br/2012/07/meia-parede-pintura-tijolo-papel-de.html; br.pinterest.com

Deixe seu comentário!