Novo Hyundai Ix35 2016, mas pode chamar de Tucson!

28.09.2015 | em atualidades

tucsontucson1tucson2tucson3tucson4

Para quem ainda não sabe, a Hyundai usa a nomenclatura de seus modelos na Europa com números e letras e no mercado americano é usado somente o nome. Por exemplo: na Europa o Tucson se chama Ix35, o Santa Fé se chama Ix45 e por aí vai. No Brasil, devido ao fato de a Hyundai produzir localmente o bom e antiquíssimo Tucson foi necessário batizar o modelo mais moderno de Ix35 para não que não haja confusão.

Nesse novo modelo 2016, o carro passa a se chamar globalmente de Tucson, abandonando de vez a nomenclatura de letras e números. Como será isso no Brasil ainda é uma incógnita.

O visual final é muito bonito, com linhas que lembram os Hyundais Santa Fé e Grand Santa Fé, alinhando-o aos novos modelos da marca coreana. O salto em qualidade de materiais é gritante, fruto do amadurecimento do projeto.

Os faróis agora são inteiros em LEDs, incluindo luzes diurnas também em LEDs. As lanternas traseiras são muito parecidas com as do novo Kia Sorento e também são inteiramente em LEDs, transmitindo um ar de modernidade ao projeto. Temos teto solar panorâmico como opcional.

O carro é maior em todas as medidas e o conforto interno foi significantemente melhorado graças ao aumento da distancia entre eixos. O painel é muito parecido com os lançamentos da Kia (empresa do mesmo grupo) e é muito bonito e funcional, com um novo sistema multi-midia moderno e fácil de operar.

A linha 2016 do novo Tucson vem equipada com um moderno motor 2,0 litros de injeção direta que rende razoáveis 164 cv e 20,87 mgf de torque. Nas versões topo de linha, temos o novíssimo motor de 1,6 litros turbo e injeção direta que rende sadios 175 cv e 26,95 mgf de torque. Existem versões manuais de 6 marchas e automáticas DSG (dupla embreagem) e 7 marchas, uma exclusividade no segmento.

A tração pode ser dianteira ou AWD (All Wheel Drive). Nas versões AWD o CUV vem equipado com o HDC (Assistente  de Ajuda em Decidas) e o HSA (Assistente de Saídas em Rampas). Para melhorar a aptidão offroad do modelo, o carro teve sua altura em relação ao solo aumentada.

Pela primeira vez ele vem equipado com o BSD (Detector de Pontos Cegos), Rear Cross-traffic Alert (Detector de tráfego Traseiro), Lane Change Assist (Assistente de Mudança de Faixa), sensores de estacionamento traseiro e camera de ré de série. Também vem equipado com um sistema de frenagem autônoma de emergência (Automatic Emergency Braking), item necessário para fazer dele um dos CUVs mais seguros do segmento. A Hyundai espera qualifica-lo como o Top Safety Pick+(máxima pontuação), aferido pelo órgão americano de segurança rodoviária, o  Insurance Institute for Highway Safety (IIHS), um dos mais exigentes do mundo. Ainda não foi dessa vez que o modelo ganhou o ACC (Adaptive Cruise Control), o famoso piloto automático adaptativo, item este já encontrado no segmento no novo Honda CR-V Touring (versão Top de linha que não vem para o Brasil).

Ele também vem equipado com o Tire Pressure Monitoring System (TPMS), que monitora a pressão dos pneus e avisa caso algum deles esteja furado.

Não sabemos ao certo se o carro será importado para o Brasil ou até mesmo fabricado aqui. Resta-nos esperar pelo melhor e torcer para que a moeda americana viabilize a venda do novo Hyundai Tucson por aqui. Portanto, aí está mais uma novidade da marca Hyundai!

fonte: http://colunadocarro.com.br/2015/04/01/novo-hyundai-ix35-2016-mas-pode-chamar-de-tucson/

 

Deixe seu comentário!