Espinafre é bom para: imunidade, coração, intestino, diabetes e muito mais.

26.11.2016 | em alimentação

espinafre

ferro

O espinafre pode ser utilizado na forma crua, sendo cozido ou levemente refogado. Ele é mais consumido em acompanhamentos, saladas e enriquecendo preparações, como sopas, sucos, panquecas, tortas, empadões e suflês. Lembrando que é preciso reduzir o tempo de cozimento (colocar já em água fervente) para não haver perda de nutrientes, explica a nutricionista.

Propriedades Importantes:

Fibras
Ajudam na regularização do funcionamento intestinal, prevenção da constipação e na prevenção da obesidade, diabetes, câncer de cólon e doenças coronarianas. Devem ser consumidos de 25 a 30g de fibras por dia.

Ferro
É importante na formação das hemácias responsáveis pela oxigenação de todo organismo. A hemácia transporta o oxigênio. Na alimentação encontramos dois tipos de ferro:

Ferro heme: é encontrado em alimentos de origem animal (carne, gema de ovo, peixes, frango), possui alta biodisponibilidade e absorção direta na mucosa intestinal.

Ferro não heme: presente em alimentos de origem vegetal, tem biodisponibilidade menor e sofre maior interferência de fatores dietéticos para ser absorvido. Para potencializar a absorção do ferro não heme é preciso associar alimentos ricos em vitamina C nas grandes refeições (ex: limão, laranja, acerola, abacaxi, morango, tangerina, melancia)

Em atletas, a carência de ferro pode afetar negativamente o metabolismo aeróbico do organismo, pela diminuição na concentração sérica de hemoglobina e consequentemente reduzindo o transporte de oxigênio para os músculos e demais tecidos e órgãos. Pode gerar fadiga, riscos ao sistema imunológico e redução do desempenho esportivo.

Vitamina C
Atua na formação de colágeno, tem ação antioxidante prevenindo doenças crônico-degenerativas (exemplo: câncer e doenças cardiovasculares), potencializa a absorção do ferro não heme (inorgânico), fortalece o sistema imunológico e a manutenção da saúde da pele e gengiva.

Ácido Fólico (vitamina B 9)
Essencial para formação de células sanguíneas, atua no metabolismo de aminoácidos e na síntese dos ácidos nucleicos. Sua deficiência caracteriza anemia megaloblástica, deficiência no crescimento e risco aumentado de doenças cardíacas.

Carotenóides
– Betacaroteno: precursor da vitamina A, encontrado nas hortaliças verde-escuras e nas amarelo-alaranjadas. Protege contra doenças cardíacas e câncer. A deficiência pode ocasionar alterações e lesões na pele, cegueira noturna, distúrbios de crescimento e dificuldade de aprendizado na infância.

– Luteína e a zeaxantina: estão armazenados no nosso corpo na retina e na lente dos olhos. Relacionados à redução e prevenção do risco de catarata e de degeneração macular.

Vitamina K: lipossolúvel que atua na coagulação sanguínea.

Enfim, o espinafre é muito saudável e rico em nutrientes.

Fonte: http://globoesporte.globo.com/eu-atleta/nutricao/noticia/2016/08/espinafre-e-bom-para-imunidade-coracao-intestino-diabetes-e-mais.html

Deixe seu comentário!