Dicas para você elaborar um jardim perfumado.

22.09.2015 | em atualidades

 

planta2planta3planta1

 

Jasmins, gardênias, laranjeiras… Que tal ter em casa o perfume dessas plantas? As paisagistas Ana Iath e Sônia Infante dão dicas de algumas espécies para perfumar a varanda, o jardim ou um cantinho da sala. Algumas combinações de aromas podem dar um efeito todo especial.

Jasmins:
Esta família de plantas apresenta várias possibilidades de aromas. Para quem tem um imóvel com uma varanda pequena, aconselha-se um vaso com o jasmim-do-cabo. Essa planta de médio porte desabrocha suas flores brancas na primavera, exalando um perfume irresistível. Mas, se a varanda é espaçosa, o morador pode usar também trepadeiras, como o jasmim-dos-poetas, com floração entre o outono e inverno. Outra opção para quem mora em cobertura ou casa é uma linda árvore desta mesma família chamada jasmim-manga, que possui flores nas cores branca, rosa ou vinho.

Madressilva:
De perfume inigualável, a madressilva é uma trepadeira de florzinhas delicadas de coloração branca e amarela. Sua folhagem é verde escura e bastante densa. Cobre muito bem pérgolas, cercas, treliças, caramanchões e muros. Deve ser cultivada em lugares que recebam muito sol, em solo fértil, com boa adubação orgânica. E deve ser regada periodicamente, pois pode ela desidrata com facilidade, principalmente quando plantada em vasos. É tolerante ao frio e tem crescimento moderado.

Dama-da-noite:
Planta arbustiva com flores tubulares, de coloração creme-esverdeada, muito conhecida pelo aroma que exala à noite. Por ter aroma muito forte, não deve ser plantada próximo a janelas ou portas da casa. Para atenuar-lhe o forte perfume, deve ser plantada à meia-sombra, desta forma sua floração será menos intensa. Também é importante saber que esta planta é tóxica, devendo se ter muito cuidado com animais e crianças. Ela precisa ser plantada no chão, e não em vasos.

Manacá-de-cheiro:
Esta planta é um arbusto ideal para locais de clima ameno. Precisa receber sol. Suas flores mudam de cor – inicialmente azuladas, tornam-se brancas com o passar do tempo. Seu cheiro também é muito forte, é bom evitar a proximidade com quartos.

Viburno:
Arbusto lenhoso, muito ramificado de caule escuro. Suas flores são miúdas, brancas, e de aroma suave. São indicadas para canteiros e podem ser usadas em vasos.

Murta:
Espécie de arbusto com muitos ramos bastante usada como cerca viva devido às suas folhas, que são bem resistentes. É muito usada em arranjos de decoração.

Rosas:
Seus aromas já foram declamados em versos e prosas. As roseiras devem ser cultivadas em locais que recebam sol e sejam arejados. O aroma é exalado durante todo o dia. Pode ser combinada com lavanda.

Ervas aromáticas:
Se espaço é um limitador para se ter um pouco de aroma natural em casa, tenha vasos com ervas aromáticas – além de cheirosas, elas podem ser usadas na cozinha: alecrim, manjericão, coentro, hortelã e lavanda são algumas delas. Uma dica: Coloque um sachê de alecrim ou lavanda fresca em sua gaveta de roupas ou em seu armário para obter um efeito agradável (acredita-se que o alecrim e a lavanda ajudam a aliviar o nervosismo).

fonte: http://revista.zapimoveis.com.br/confira-dicas-para-fazer-um-jardim-perfumado/; www.blogtecnisa.com.br; mulher.uol.com.br

Deixe seu comentário!